sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sintaxe: funções do pronome oblíquo átono

ATENTE PARA AS FUNÇÕES SINTÁTICAS DO PRONOME OBLÍQUO ÁTONO.

1) Os pronomes oblíquos átonos o, a, os, as e as variações no, nos, na, nas, lo, los, la, las exercem a função de objeto direto. EX:

A derrota humilhou-o.

Encontrei-as na praia.

Quis ouvi-lo melhor.

2) O pronome oblíquo átono lhe(s), como complemento verbal, sempre deve exercer a função de objeto indireto. Ex:

Este livro lhe pertence?

Sempre lhes darei o meu apoio.

3) Os pronomes oblíquos me, te, se, nos e vos, dependendo do verbo podem funcionar como objeto direto ou objeto indireto.

Convidaram-me para uma grande festa.
                    OD

Já que sou mais velho, obedeçam-me.
                                                     OI

Cumprimentou-nos com alegria.
                       OD

Pediu-nos uma ajudinha.
          OI

4) Os pronomes oblíquos lhe, me, nos, vos e te podem exercer função sintática de adjunto adnominal ou de complemento nominal. EX:

Penteou-lhe os cabelos.
             ADJ ADN (SEUS)

Roubou-me as palavras.
             ADJ ADN (MINHAS)

Ela te é fiel.
      CN (A TI)

Deves ser-me obediente.
                 CN (A MIM)

A decisão saiu-lhe desfavorável.
                        CN (A ELE)

5) Os pronomes oblíquos átonos funcionam, excepcionalmente, como sujeito de um verbo no infinitivo em construções do tipo:

• Deixem-no entrar (deixem que ele entre).

• Notei-a aproximar-se (notei que ela se aproximava).

• Senti-a desmaiar (senti que ela desmaiava).

OBS: ocorre frequentemente com os verbos causativos e sensitivos (mandar, deixar, notar, sentir, ouvir etc).

0 comentários:

Postar um comentário

Mim Não Conjuga Verbo: Sintaxe: funções do pronome oblíquo átono © Rafael Vieira 2010 Original Layout by Difluir | Edited by Corrompa-se